Skip to main content

Ciência confirma que o céu é azul e que homens preferem novas mulheres. Quanto mais, melhor.

Uma das características fundamentais de um homem de verdade é a de enxergar e aceitar a realidade como ela realmente é.

E as vezes a observação de estudos pragmáticos e imparciais podem auxiliar na aceitação da realidade em contraponto ao que somos ensinados desde crianças.

A maioria dos estudos feitos em cima da sexualidade masculina refutam o mito da paixão única e eterna. Ao invés disso, eles mostram o que já sabemos: que nós homens queremos comer a maior quantidade de mulheres possível.

Apesar de nossa racionalidade, ainda somos animais mamíferos. Ainda funcionamos sobre instintos que visam primariamente a reprodução da espécie.

Ainda temos um organismo e um cérebro adaptados para que espalhemos o máximo possível o nosso DNA. E isso nunca vai mudar.

Hoje, um post rápido sobre algumas das descobertas da ciência em relação a como fazemos sexo. Este texto vai servir mais como referência para artigos futuros do Novo Homem.

Algumas descobertas que todos que conhecem a Hipergamia já sabem:

– Diversos estudos mostram que os homens produzem mais sêmen, de maior qualidade e ejaculam mais rápido quando transam com uma mulher que nunca haviam transado antes (também conhecido como Efeito Coolidge).

Quando um homem se masturba, o esperma liberado é de baixa qualidade (menos capacidade de movimento) em comparação a quando ele transa com uma mulher. A razão para isso é que provavelmente a masturbação é um mecanismo evolutivo com o objetivo de liberar o corpo de esperma velho, dando espaço para a produção de novos espermatozóides de boa qualidade.

– Se um homem percebe o cheiro/ferormônio de outro homem em uma mulher (e isso acontece de forma inconsciente), ele automaticamente ejacula com mais força e com mais volume. Isso acontece porque provavelmente o esperma dele terá de competir com outros espermas, então é necessário que ele libere mais.

– Quanto mais tempo um homem passa distante de sua parceira, mais ele irá ejacular assim que transar pela primeira vez com ela. Mais uma vez, porque a probabilidade de ter de competir com o esperma de outro homem é muito alta. É como se o nosso organismo soubesse da natureza hipergâmica das mulheres.

(tenho uma teoria de que esse é um dos motivos pelos quais alguns homens tenham fetiche por cuckold)

– O orgasmo feminino funciona como uma ferramenta para aumentar a retenção do esperma. Quando a mulher goza, sua vagina contrai, resultando em uma maior probabilidade do esperma atingir o óvulo. Adivinha quando é que as mulheres ficam mais propensas a terem um orgasmo? Quando elas são comidas por um homem tem altos níveis de testosterona e material genético de boa qualidade (alta simetria facial, composição corporal masculina, etc).

Quando as mulheres estão no seu período fértil do ciclo menstrual, a predisposição para trair o seu parceiro se torna mais desejável, especialmente quando se defronta com um homem Alfa. Essa é a base do Alfa Fode, Beta Banca.

– Existem membranas mucosas na boca que são muito permeáveis para certos hormônios, como a testosterona. Assim, quando um homem beija uma mulher, ele introduz testosterona na língua da mulher pela saliva. Essa testosterona é absorvida, o que pode fazer com que ela se sinta mais excitada e pronta pro ato sexual. Fonte.

Os homens solteiros produzem muito mais testosterona do que os casados ou com namoradas. Talvez esse tenha sido um mecanismo evolucionário útil para manter os homens casados dentro das rédeas. Pode ser por isso que, em geral, os homens solteiros tenham mais ambições do que os casados. E é por isso que esposas não gostam dos amigos solteiros dos maridos. Fonte.

– Mulheres com altos níveis de estrôgenio – o hormônio que torna as mulheres mais femininas e com peitos e bunda grande – se sentem mais atraídas por homens com altos níveis de testosterona. O estrogênio é o equivalente para as mulheres da testosterona, e os homens com mais testosterona também se sentem mais atraídos por mulheres mais femininas. Fonte 1 e 2.

Existe muita teoria e muitos mecanismos além dos explicados aqui que demonstram claramente que nós, seres humanos, não temos uma natureza monogâmica.

Se você quiser se aprofundar mais no assunto, leia o livro Sperm Wars da Robin Baker. É um livro de 1995 com alguns poucos conceitos defasados, mas a essência dele é recheada de verdades cruas sobre o funcionamento das relações intergêneros.

 

Um comentário em “Ciência confirma que o céu é azul e que homens preferem novas mulheres. Quanto mais, melhor.

  1. 😀 xD Mas o céu não “é azul”: é a luz branca que atravessa o ozônio na ozonosfera (subcamada da estratosfera) que é refratada, filtrada e difundida e apenas dá essa IMPRESSÃO. 🙂 Reveja suas referências e conceitos.

    Mastigadinho, bebê:
    https://pt.wikipedia.org/wiki/Dispers%C3%A3o_de_Rayleigh#Por_que_o_c.C3.A9u_.C3.A9_azul.3F

    https://pt.wikipedia.org/wiki/Atmosfera_terrestre#Estratosfera

    https://pt.wikipedia.org/wiki/Atmosfera_terrestre#Ozonosfera

    https://pt.wikipedia.org/wiki/Atmosfera_terrestre#Dispers.C3.A3o

Comentários fechados.

GRÁTIS! Curso - Como levar uma garota do Tinder pra cama
x