Skip to main content

O jogo do Beta – como ele conquista uma mulher

Um homem de primeira classe tem uma enorme variedade de opções de mulheres interessadas sexualmente nele.

Quando se compara essa quantidade de opções do Alfa com a quantidade de mulheres interessadas em um Beta – um homem de segunda classe -, a diferença fica ainda mais gritante.

Porém, ainda assim, o Beta consegue uma mulher aqui ou ali. De vez em quando uma mulher se interessa por ele. Às vezes ele até consegue uma transa na mesma noite que conhece a garota.

Por isso quero esclarecer uma certa má compreensão do que eu costumo escrever aqui.

Muitos dos que têm pouca experiência de vida acreditam que existe um “caminho único do Alfa”, uma maneira de agir que deve ser seguida como se estivesse seguindo um manual de instruções para montar um guarda-roupa.

Isso não poderia estar mais longe da verdade.

Não existe uma maneira única de agir que vai garantir apenas sucesso na vida.

O Alfa com certeza não vê apenas resultados positivos em tudo o que faz.

Existem complexidades e variações enormes nas relações sociais intergênero que são impossíveis de definir através de palavras.

Às vezes uma mulher escolhe um Beta, mesmo que um Alfa esteja disponível. Às vezes as mulheres estão ativamente buscando por um Beta. Às vezes elas se sentem repelidas pela personalidade de um Alfa.

Os motivos disso são inúmeros e eu vou discutir um pouco sobre como é o jogo de um Beta e de como ele conquista algumas mulheres.

Como um Beta se apresenta para uma mulher

Beta se identifica e se torna feminino

Ao observar meu sucesso com as mulheres, muitos caras acabam pedindo conselhos de como melhorar suas vidas sexuais.

Uma das maiores dificuldades deles é a de conseguir chamar uma mulher para transar ou mesmo para escalar a conversa para temas sexuais. E eu sempre dou o mesmo conselho, que é o que funciona na vida real.

De todas as vezes que dei os conselhos do que funciona comigo, percebi um padrão: é muito comum rechaçarem o meu conselho que dou neste artigo porque eles acham que o que eu faço é “muito comum” e eles querem parecer “diferentes dos outros”.

Não é de surpreender que esses caras que querem parecer diferentes sejam os Betas que quase nunca conseguem uma transa.

O jogo do Beta consiste em se apresentar como sendo “diferente de todos os outros caras que estão por aí“.

Eles acreditam que precisam ser únicos e especiais para que uma mulher se interesse neles.

E por isso eles atraem tão poucas mulheres.

Hover hand de um Beta diferente dos outros caras

O trabalho para se apresentar como sendo diferente de todos os outros é enorme e demanda muito tempo. Além do que, “ser diferente” normalmente significa ser assexuado.

Enquanto todos “os outros caras só querem sexo” o Beta está interessado na personalidade de uma garota. E esse é um jogo muito demorado.

Por não ser capaz de combater no plano físico com um Alfa, ele tenta compensar pelo lado psicológico.

Por não entender como funciona o processo de sedução, o Beta tenta se tornar mais “parecido” com uma mulher e passa até mesmo a ter processos de pensamento que emulam o processo cerebral feminino.

Eles não entendem que a atração está baseada na diferença e na polaridade entre os sexos.

É por isso que tantos betas são feminilizados e se parecem com versões andróginas de homens de verdade, porque eles tentam se tornar mulheres para tentar atrair mulheres.

Isso é algo bastante difícil de perceber ou mesmo admitir. Mas é assim que o Beta se apresenta.

Até a voz do Beta é mais sedosa do que a de um Alfa. O Beta é tão temeroso de causar conflito que ele suaviza sua voz para que não pensem que ele está sendo grosseiro.

O Beta tem medo de deixar uma mulher irritada. Mas ele não sabe que muitas vezes o caminho mais curto para dentro das calças de uma mulher é deixando-a brava.

O Beta não excita uma mulher. E não estou falando apenas do plano sexual, estou falando do plano emocional também.

O seu medo de expressar uma opinião que possa ser considerada polêmica e de causar atritos só traz tédio para a relação.

Mas as mulheres querem ir para cama com um cara que faça elas sentirem emoções (tanto positivas quanto negativas) e não com um cara que pergunta quais eram os seus medos na infância.

O medo da reação feminina é o mais poderoso “broxador” natural existente. Ele literalmente faz secar a buceta de uma mulher.

Combinando tudo isso, temos a receita de alguém que só tem sucesso com algumas poucas mulheres.

Ao mesmo tempo que ele não deixa nenhuma mulher brava com ele, como o Alfa faz, ele também não consegue levar nenhuma mulher para sua cama.

E é por isso que o Beta precisa de um jogo longo. Um jogo no qual a mulher tenha que se identificar com ele e perceber suas “qualidades de longo prazo”.

Então, como é o jogo do Beta?

O jogo longo – quando e como uma mulher se atrai por um Beta

Beta conquistando mulher

Primeiramente, também aqui tenho um adendo antes de começar esta seção do artigo: algumas mulheres ativamente procuram por Betas e se sentem repelidas por Alfas agressivos.

Essas mulheres, apesar de serem raras e facilmente distinguíveis, em geral são carentes e têm pouquíssima experiência sexual ou de vida. Elas são mulheres mais reclusas, mais introspectivas e menos abertas sexualmente.

São as típicas mulheres que precisam de um jogo longo para serem conquistadas.

Isso não quer dizer que elas queiram o Beta o tempo todo. Só quer dizer que na maior parte do tempo elas estão acostumadas a alguém com pouca energia e pouca masculinidade.

Um alfa menos agressivo e com bastante paciência consegue uma dessas mulheres, mas em geral ele não as busca porque o trabalho não compensa a recompensa.

Há muitas mulheres mais abertas e mais dispostas que necessitam um décimo do trabalho e que fornecem muito mais valor do que essas mulheres que beiram a assexualidade.

O jogo do Beta

Aziz Ansari beta jogo sedução

O Beta cria uma identificação no plano emotivo com uma mulher.

Ele entende suas frustrações, seus medos, suas alegrias e seus sonhos.

Ele está ao lado da mulher o tempo todo para ouvir suas reclamações mais ridículas e também é capaz de dar atenção até à frescura mais mundana possível.

Para o Beta é totalmente compreensível que uma mulher chore porque a sua chefe olhou para ela com uma cara feia. E ele estará lá para consolá-la.

Além disso, pela natureza de seu jogo ser dilatado, ele precisa demonstrar suas qualidades e recursos de longo prazo.

O Beta demonstra sua habilidade e investimento parental, sua capacidade aquisitiva e de manutenção de recursos financeiros, seu virtuosismo em lidar com a rotina, etc, para que a parceira perceba o seu valor.

Na verdade, a própria identificação emotiva é um jogo de médio e longo prazo.

Tudo isso faz com que a sua probabilidade de sexo no curto prazo seja drasticamente diminuída.

E é por isso que suas opções são quase sempre de relacionamentos mais sérios.

Ou seja, basicamente o Beta tem que investir tempo, esforços, recursos e atenção para que uma mulher perceba seu valor.

E aí o Beta fode. E aí o Beta namora. E aí o Beta casa.

Esse é um dos motivos pelo qual os Betas são os preferidos de mulheres que já passaram dos 30 anos: elas estão cansadas da competição pelos Alfas e então decidem se aquietar com um homem com pouca energia.

Como um Beta tem pouca ou quase nenhuma opção, ele é uma aposta segura de um homem que não vai traí-la e não vai compartilhar seus recursos com outras mulheres.

O Beta não apresenta perigo. Então ela pode relaxar.

Ela pode descuidar da alimentação, deixar de ir pra academia, engordar, ficar feia, parar de usar maquiagem.. que o Beta vai aceitá-la de qualquer forma.

Afinal, ele não tem mais ninguém a fim dele.

Já se uma mulher de mais de 30 anos namorar com um Alfa, ela sabe que ela vai competir com diversas outras mulheres.

Mas em geral, a mulher nessa idade já está cansada de competição.

É óbvio que esse existem uma boa porção de exceções aí, mas o futuro do Beta é quase sempre ficar com uma mulher que aceitou que a sua vida é medíocre e não vai fazer nada para melhorar.

O trabalho que o Beta realiza para conseguir esse tipo de relacionamento, com esse tipo de mulher sem qualidades, é simplesmente inimaginável para um Alfa com experiência.

Porém, esse é o destino de um Beta e ele o aceita porque ele acha que é o papel dele o de salvar uma mulher.

No futuro eu explicarei melhor como funciona a dinâmica de um namoro de um Beta.

 

Conclusão

Se você leu o meu outro artigo, Alfa Fode, Beta Banca, você vai entender ainda melhor o jogo do Beta e como a estratégia sexual feminina faz com que a existência dele seja necessária para o imperativo feminino.

Como sempre repito, “Alfa” e “Beta” são apenas nomenclaturas para definir diferenças de atitudes entre dois tipos de homens que têm estratégias sexuais diferentes e resultados sexuais diferentes.

Assim como “ser Alfa” ou “ser Beta” é apenas uma questão de atitude e de respeito próprio.

O jogo do Beta é um jogo longo e que demanda muito trabalho. Além disso, o resultado é muito medíocre considerando o valor que ele gera.

Por não se desenvolver a ponto de ter opções, ele tem que se contentar com uma mulher geralmente sem graça e de péssimo temperamento ao seu lado.

Mas essa, como todas na vida, é uma decisão de cada um.

Como já diria o sábio “Tu só leva a vida que tu leva”.

 

FAÇA COM QUE UM AMIGO ENXERGUE A VERDADE, COMPARTILHE ESTE ARTIGO COM ELE:

20 comentários em “O jogo do Beta – como ele conquista uma mulher

    1. Fica frio Rômulo. Tem muita mulher que curte cara de óculos. Eu uso lentes de contato pra tentar ficar menos feio, mas elas me olham mais quando coloco os óculos. Não te concentra muito nisso de “alfa” e “beta”. Larga um “alfa” na selva que ele vira um bebê chorão. Foca no que tu faz bem e várias pessoas desse círculo de interesse (inclusive as mulheres) vão te valorizar mesmo que tu não seja o melhor (afinal sempre existe alguém melhor do que a gente, isso é inevitável, e mesmo o melhor dos melhores não é valorizado por TODOS).

    2. Rômulo, o Beta não é beta por usar óculos. Tanto é que os outro betas não usam. Esse beta de óculos, em particular, tem tudo o que se encontra em um criadão com a avó: cara de idiota, sorriso de panaca, olhar de submisso e cabelinho engordurado de quem bate punheta pra hentai do My Little Poney.

      Gostaria de atentar a uma frase da conclusão do texto:

      Assim como “ser Alfa” ou “ser Beta” é apenas uma questão de atitude e de respeito próprio.

  1. meuuuuuuuuuuuuuuuu pai…. “Até a voz do Beta é mais sedosa do que a de um Alfa. O Beta é tão temeroso de causar conflito que ele suaviza sua voz para que não pensem que ele está sendo grosseiro.”

    Aqui você deu um tiro em mim cara! eu preciso mudar isso em mim, pqp… descreveu certinho oq acontece, e a intenção que há por de traz

    obrigado pela ajuda! to sendo mudado!

    1. Vinicius, fico feliz em ajudar. Recomendo fortemente que você leia o livro “No More Mr Nice Guy” do Robert Glover. Tenho certeza que ele vai causar uma mudança de vida drástica em você.

      1. obrigado pela dica!!!!
        vou ler sim!!!
        Esse final de semana quero por em pratica esses conceitos!

  2. Belo texto. Até me fez abrir um pouco os olhos. Tive um relacionamento com uma mulher mais velha (quase 35 anos). E ela terminou comigo sem dar motivos, mas esse negócio da competitividade era algo que incomodava muito ela. Ela achava que eu comia metade da cidade (inclusive a própria prima que nos apresentou). Por ser mais novo e estar em muitas fotos das redes sociais acompanhado de mulheres bonitas, ela acreditava que com todas elas eu tinha um caso. Acho que é como você falou, ela, por já passar dos 30, está a procura de um Beta, pois, assim, não tem o perigo de ter que competir com outras mulheres.

    1. Pedro, a sua leitura é perfeita. Muitas vezes a insegurança da mulher fala muito mais alto do que a atração dela.

  3. Ótimo texto, Denis!

    Aliás, quase todos os seus textos tem sido bastante úteis! As bibliografias recomendadas, são excelentes também!

    Já li muitos de seus textos, principalmente enfatizando a diferença de estado entre ser “alfa” e “beta”. Como a maioria dos leitores, queremos sempre a melhora como homens, e vemos diversos exemplos das características pouco “honrosas” do beta. Vemos o estado alfa como algo que realmente nos faz ser homens de verdade!. No entanto, tenho algumas dúvidas e deixaria até como uma sugestão para os próximos tópicos: O estado “alfa” permite um homem em um relacionamento duradouro? Como seria o comportamento “alfa” em um relacionamento? O “alfa” conseguirá se manter alfa em um relacionamento? Recomenda literatura abordando esse tema?

    Parabéns pelo trabalho!

  4. Seu trabalho esta sendo muito importante pra mim. Estou reconhecendo que sou um Beta. Mas estou procurando mudar isso.

    É triste entender o monte de fora que eu tomei e tanto que fui desrespeitado. Hoje eu entendo.
    Tenho 26.

    1. Todos tem que começar por algum lugar, Hamird. Eu tenho 29 e aprendi, de fato, sobre como funciona essa dinâmica sexual intergênero lá pelos 24 anos mais ou menos. Mas isso não é algo ruim, na verdade você provavelmente não conseguiria apreender esses conceitos com 18 por não ter maturidade direito.

      Agora é aproveitar os anos daqui pra frente que serão cada vez melhores.

Comentários fechados.

GRÁTIS! Curso - Como levar uma garota do Tinder pra cama
x