Skip to main content

O Novo Homem está mudando. E ele vai mudar VOCÊ.

Estive refletindo e percebi que eu não estou gostando nem um pouco do rumo que o site está tomando. Algumas coisas foram bem ditas, alguns artigos ficaram bem escritos e chamaram bastante atenção. Mas, ainda assim, parecia que estava faltando algo que me motivasse a escrever com mais regularidade.

Meu desânimo é reflexo da baixíssima profundidade que o que eu estava escrevendo contemplava. Os artigos pareciam não lidar com o que realmente está acontecendo à nossa volta nos dias de hoje.

Nós estamos passando por um momento na história em que muita coisa está mudando e cada vez menos temos uma mínima noção das estruturas sociais que governam nossas relações intergênero. Nós, homens, estamos sendo bombardeados, desde meados da década de 80, por uma doutrinação pesada sobre como devemos ser.

O necessário feminismo que veio para libertar a mulher foi modificado em sua essência e está buscando aprisionar o homem. Enquanto as demandas feministas das décadas de 60 até meados da década de 80 eram, sem sombra de dúvidas, totalmente válidas e humanitárias, as demandas dos últimos 20 ou 30 anos buscam nada menos do que oprimir quem antes era o opressor. O discurso feminista atual busca tornar a visão da mulher como o padrão para o mundo em detrimento de qualquer ponto de vista masculino.

Também existe um problema claro na nossa sociedade da falta de modelos masculinos. Um menino que nasceu na década de 90 já não tinha praticamente nenhum modelo masculino forte para seguir; os que nasceram de 2000 pra cá, então, menos ainda. Praticamente não há mais no cinema, na TV, nas novelas, nos desenhos, nos livros, na música e na sociedade em geral o exemplo de um homem que seja uma inspiração para os pequenos meninos que estão crescendo.

Se você está lendo isto aqui e tem menos de 20 anos, tenha a certeza de uma coisa: o que te apresentaram como masculino nada mais é do que uma versão feminilizada do que é ser homem. Quase que todas as suas atitudes, desde pequeno, estão sendo problematizadas em favor de uma visão feminina de mundo. Atitudes normais e que têm base na biologia do ser humano estão sendo cada vez mais alvos de uma cultura de envergonhamento.

Exemplos do que é masculino e que são alvos dessa crítica feminina de mundo são muitos (dica: quase tudo que é masculino é considerado “moralmente errado” atualmente). A sexualidade masculina é cada vez mais alvo de escracho público: ser homem heterossexual está se tornando sinônimo de estar “do lado errado da sexualidade”.

Antes as mulheres criticavam os homens pelo simples prazer da crítica, porém hoje elas utilizam do discurso feminista para colocar uma conotação política em toda e qualquer atitude masculina. Assim, qualquer tentativa de defesa, pelo homem, à crítica tem que passar antes pela barreira do “opressor x oprimido”. Dessa maneira, até coisas banais como discussões sobre o relacionamento entram na esfera do discurso político feminista. Nada mais é pessoal; tudo é político.

Existem inúmeras mentiras que são consideradas “brancas” pelo imperativo feminino. Em teoria, são mentiras que não afetam ninguém, mas que notadamente afetam. Essas mentiras são usadas pra justificar inúmeros desvios das mulheres, como a traição (“ele não estava me dando suporte emocional, por isso transei com outro”), como manter uma amizade que só beneficia o lado dela (“eu te vejo como amigo”), como fazer com que um beta continue sendo beta (“seja você mesmo”), como pra se qualificar como uma potencial boa namorada (“só transei com 3 caras na minha vida”), etc, etc, etc.

Essas e inúmeras outras mentiras serão destruídas uma a uma nesta nova fase do Novo Homem. Todo argumento moral ou político que é usado contra o homem será rebatido aqui. Chega de querer agradar a todos. Agora este será um site onde a mais pura verdade será dita.

Não pense que isso aqui será um site de ódio, de misoginia, de chauvinismo, ou de qualquer outra merda de termo que estão utilizando por aí. O que será dito será uma tentativa de observar o mundo da forma menos enviesada possível. Tentarei trazer luz a todo tipo de de discussão da forma mais racional que eu conseguir.

Como Será o Novo Homem Daqui Pra Frente

Dito tudo isto, quero deixar claro como será a estrutura do site daqui pra frente. Primeiramente, esses artigos mais simples continuarão a existir. Artigos práticos como o do Kegels, ou de Como Transar Usando o Tinder, entre outros, continuarão a ter espaço no site.

O que será mudado é que esses artigos mais simples serão marcados como básicos. Criarei, então, mais duas categorias: intermediário e avançado.

O que vai acontecer é o seguinte: se você acha que sua vida está boa do jeito que está e só precisa melhorar alguns aspectos dela, você só precisará ler o básico. Nele você vai aprender o que você já está aprendendo com o site.

Se você quer ter uma mudança de vida, uma mudança de paradigma, e entender realmente como é que a estrutura social entre os sexos funciona, como é que a atração ocorre, como é que as mulheres pensam, reagem, raciocinam, como é que pensa um alfa de verdade, como se tornar um homem que naturalmente atrai mulheres para sua vida sem esforço, você precisará ler o intermediário. Ele será a base pela qual você vai mudar sua vida. Nesta seção vou tentar não entrar em política, focarei apenas nas relações entre o homem e a mulher.

E apenas após ler o intermediário e compreendê-lo em sua essência, eu vou recomendar a todos que leiam o avançado. Nesta seção eu discutirei ainda mais profundamente sobre todas as questões do intermediário e ainda entrarei num mundo ainda mais polêmico: a política por trás do imperativo feminino. É nesta seção que você realmente vai mudar sua forma de ver o mundo. É aqui que você vai realmente engolir a pílula vermelha e entender o que há por trás da Matrix.

Estou preparando todo um roteiro para abordar todos os temas que devem ser abordados na sessão intermediária, para, no futuro, começar a discutir algo mais avançado. Provavelmente levarei alguns meses até chegar no avançado, porém valerá a pena.

É bom que você também esteja preparado. Conforme você for aprendendo sobre o real funcionamento do mundo, em contraposição ao que enfiaram dentro da sua goela, você vai sentir raiva, muita raiva. Raiva por ter sido enganado esse tempo todo. Raiva, porque perdeu muito tempo da sua vida acreditando em ilusões.

Mas quando esse período de raiva passar (e alguns até passam por um breve período de depressão, barganha, etc, como nos 5 estágios da perda), você vai ser capaz de enxergar o mundo com outros olhos. Com os olhos de um homem maduro, um homem que é capaz de entender o motivo de tudo o que está acontecendo à sua volta e então decidir o que é melhor pra você. Você se tornará o melhor homem que você já conheceu, só porque sua visão de mundo mudou.

Você vai enxergar o mundo com os olhos de um Novo Homem.

13 comentários em “O Novo Homem está mudando. E ele vai mudar VOCÊ.

  1. Cara, sei que vc não é psicologo mas queria fazer um desabafo. Eu não tenho autoconfiança porque eu odeio algo na minha aparência que não pode ser mudado, que é o fato de eu parecer ter menos idade do que tenho. Tenho 25 anos e as pessoas me dão 20, as vezes menos. E voce sabe que a impressão que causamos nos outros depende muito da nossa imagem. Então eu pergunto, como um nanico com cara de bebê conseguiria ter “atitudes de homem alfa” sem parecer uma coisa forçada, ridícula, caricata? Será que é possível?

    1. Kinkas, eu já terminei o primeiro artigo desta nova fase que tem o título justamente QUEM É O HOMEM ALFA. Nele eu vou explicar melhor. Mas antes de mais nada quero que saiba que o ALFA não é o machão briguento que fala como um comandante do exército. Tudo vem de dentro, da assertividade do indivíduo. Quanto mais assertivo ele é, mais alfa também será.

  2. ola caro amigo gostaria de sabr quando vc ira postar a parte do artigo sobre como conseguir uma tranza internet vc falou que mostraria mais como preencher o perfil tipo de fotos o descrever informaçõens em fim abraço

    1. Olá Jeisson! A segunda parte de conseguir transa pela internet é um dos artigos que eu infelizmente estava protelando demais. Mas espere que nas próximas semanas eu colocarei ele no ar. E pode ficar tranquilo que você vai receber um email quando ele estiver no ar.

  3. Muito do que existe hoje é femismo e não feminismo pois então concordo com a ideia de que a tendência de que se o femismo evoluir demais deveria ser imposto um novo movimento chamado machinismo e uma nova lei josé da penha, ahahah!

  4. Cara, não sei quem é você nem de que buraco saiu, tenho 52 anos e sou casado a 27, então leio seus posts com um olhar crítico natural da idade avançada/experiencia de vida.

    Pode acreditar, queria ter conhecido suas ideias à 30 anos atrás, não estou afirmando que concordo com absolutamente tudo que você escreve, mesmo porque tenho 2 filhas, mas posso garantir que para um macho oprimido suas ideias são o melhor remédio que já conheci.

    Parabéns e continue firme e forte.

    1. Eu dou muito valor ao que os mais experientes tem a dizer. Boa parte do que escrevo vem da observação e da experiência de pessoas mais experientes e melhores do que eu.

      Agradeço o elogio e estou sempre aberto a críticas.

    1. Antonio, fico feliz de saber isso. Sinta-se à vontade para compartilhar suas reflexões nos comentários.

Deixe uma resposta