O flerte inocente: como manter uma mulher em banho-maria para pegar no futuro

  • flerte inocente como cozinhar uma mulher

O flerte inocente: como manter uma mulher em banho-maria para pegar no futuro

Muitas vezes nós encontramos uma garota bonitinha, atraente, legal, mas por algum motivo não podemos sair com ela naquele momento.

Pode ser que você já esteja ficando com várias outras mulheres, pode ser que ela seja do trabalho e você não goste de misturar as coisas, pode ser que esteja muito ocupados com outros projetos, pode ser que ela tenha namorado, etc.

E a garota tá lá, bonitinha, fofa, cheirosa, em um vestidinho florido, mostrando que tá a fim de você.. e é garota do trabalho, da faculdade, da academia, do clube..

Infelizmente, naquele momento não vai dar certo. Porém, você também não quer perder a chance de ficar com ela num futuro próximo.

E agora, o que fazer? A resposta é simples: você tem que flertar inocentemente.

 

O flerte inocente é uma espécie de negação plausível

Negação plausível

O flerte inocente é uma demonstração de atração despretensiosa e implícita.

Tudo que possa criar uma pequena tensão sexual, sem ser explícito, é um flerte inocente.

Toda mulher é mestre nisso.

Elas são capazes de demonstrar interesse sexual em alguém de forma tão diluída que caso sejam confrontadas elas podem apresentar uma negação plausível.

Você já deve ter visto diversos exemplos de negação plausível. 

Quando uma mulher está excitada, querendo transar, ela nunca vai dizer para um cara que ela nunca transou “eu quero dar”.

Tá, uma ou outra garota mais direta fala assim, mas são raras exceções.

Na imensa maioria das vezes, ela vai falar algo que dê a entender que ela quer você, mas que ela possa negar de forma plausível.

No meio da noite, no bar, ela encosta no peito de um cara e diz “Eu tô tão bêbada..” e sorri.

Isso, em geral, é um convite para uma possibilidade de sexo.

Ela busca o sexo dessa forma, porque é assim que ela gosta de ser seduzida.

Com essa frase ela espera que o homem tome a iniciativa e vá atrás do sexo.

Mas de qual forma? Com calma.

Sem desespero sexual. Seduzindo ela.

Dependendo da garota você pode ser mais direto ou menos direto.

Eu sempre prefiro ser menos direto, independente da garota, por 3 motivos:

a) é  muito mais eficaz ser calmo e firme do que ser apressado e mole;
b) ir com calma demonstra que eu não sou desesperado por sexo e que estou no controle;
c) eu prefiro ir com calma porque eu gosto de aproveitar o processo de sedução.

Num caso que uma garota diga isso pra mim, eu responderia algo do tipo “E você fica uma graça bêbada”.

Ela provavelmente daria uma risada, responderia alguma coisa besta, e eu continuaria a conversa.

Em algum momento eu pegaria no queixo dela, puxaria o rosto dela pra mim e a beijaria.

Simples assim.

Se ela realmente estiver a fim de ser levada pra casa e você não tomar a iniciativa, em algum momento ela daria alguma outra indicação que pudesse ser negada plausivelmente.

Ela diria algo do tipo “Ai, tô cansada de ficar aqui” ou “Esse som tá tão alto” ou “Queria ir pra algum lugar mais sossegado” ou as mais diretas “Vamos pra algum outro lugar?”.

Todas essas frases, por mais inocentes que pareçam, tem uma segunda intenção por trás.

Um homem que está acostumado a ficar com diversas mulheres já aprendeu o linguajar feminino e é capaz de fazer com que essas simples frases se transformem em uma oportunidade ao final da noite.

“A gente pode ir pra outro lugar mais tranquilo” junto de um leve sorriso e contato visual é tudo o que se precisa para continuar a conversa.

Muitas vezes ela responderá “Eu não vou pra casa com você.. a gente mal se conhece”. E é aí que o homem experiente se diferencia.

Ele já sabe que ela quer ir pra casa dele, mas só quer ser um pouquinho mais seduzida. Ela está fazendo um joguinho.

Este é um pequeno teste que você deve se acostumar, pois ele sempre acontece.

Passar por ele é fácil: é só ir com calma e entender que ela só está fazendo esse jogo porque ela te quer (e possivelmente está com receio de ser considerada fácil por ter ido embora com você sem resistência).

É possível responder de inúmeras formas, desde que nenhuma delas demonstre desespero sexual.

Muitas vezes você não precisa nem responder diretamente sua negação do convite.

Um simples sorriso acompanhado de um “Vamos?” muitas vezes é o suficiente para mudar sua opinião.

Agora, um cara pode virar pra ela e dizer”Ah, você tá cansada? A gente pode ir pra minha casa e transar muito gostoso” e funcionar, ainda mais por ela já estar um pouco bêbada.

Mas a probabilidade de falar desse jeito dar errado é MUITO grande (ainda mais se ela estivesse sóbria).

Já está implícito que vocês vão transar se ela for até a sua casa. É contraprodutivo tentar conseguir uma afirmação explícita dela sobre o que vai acontecer.

Ela não diria “eu quero dar pra você” porque assim ela teria assumido uma obrigação com o cara.

E as mulheres odeiam assumir a responsabilidade dos seus atos.

Assim, se ela apenas disser “Ai, aqui tá tão chato” e um cara chamar ela para tomar um drink na casa dele, ela não vai ter feito nada de errado.

Se, ao chegar lá, o cara beijar ela, tirar sua roupa, transar com ela, e no final nem oferecer o drink que ele prometeu desde o começo, não vai ter sido culpa dela.

O sexo apenas aconteceu.

Em momento algum ela se ofereceu para o cara.

Em momento algum ela tomou alguma atitude em direção ao sexo.

Ela só disse uma frase inocente que acabou levando a um resultado que ninguém poderia dizer que foi culpa dela.

Quem poderá “culpá-la” de ter dado pro cara se a única coisa que ela disse é que o bar estava chato?

Essa é a beleza da negação plausível. E todos os homens que mais conseguem mulheres dominam essa arte.

Agora vamos entender como usar a negação plausível.

Ok, como usar o flerte inocente ou a negação plausível para manter uma mulher em banho maria?

Banho maria

Entendido o conceito da negação plausível, fica fácil entender como se faz pra flertar de forma inocente.

É só dar em cima de uma mulher de forma tão sutil que ela nunca poderá dizer pra ninguém que você realmente deu em cima dela.

“Adorei o seu vestido”

“Que perfume gostoso”

“Hmm.. tá cheirosa hoje”

“Por que tá tão arrumada? Vai sair com alguém hoje a noite?”

“Há quanto tempo você malha?
(se for um período curto): Ah, só isso? Achava que era bem mais.
(se for um período longo): Ah, deu pra perceber.”

Percebe que em nenhum momento se elogiou diretamente a mulher? Em todas essas frases há sempre um significado implícito por trás.

Um elogio ao vestido, à roupa, ao cheiro ou ao corpo, vinda de um homem, tem sempre uma intenção por trás.

Veja ainda mais o exemplo da academia: esse é um elogio ao corpo da mulher sem ser explícito.

Falar isso é o mesmo que dizer que ela é gostosa sem precisar dizer a palavra gostosa.

Isso é charmoso. Isso é sutil. E isso demonstra que você se interessa sexualmente pela garota sem que haja nenhuma responsabilidade pelas suas palavras.

Foi um flerte inocente, e ninguém pode dizer que foi realmente um flerte.

Usando a linguagem corporal para flertar inocentemente

Daniel Craig flertando

Um contato visual mais prolongado do que o normal, acompanhado de um sorriso, é a uma das minhas formas preferidas de flertar inocentemente.

Lembro de uma vez quando fui ao banco com um grupo de amigos e amigas.

Nele, estava uma colega que eu conhecia há pouco tempo mas já tinha usado o flerte inocente verbal.

Porém, nesse dia, eu usei apenas o olhar para demonstrar meu interesse por ela.

Essa garota estava vestindo uma saia apertada e salto alto.

Ela foi até o caixa automático e eu fiquei um pouco distante olhando para as pernas dela.

Com a visão periférica percebi que ela tinha se virado para mim, então eu subi os olhos lentamente, olhando todo o corpo dela, até chegar aos seus olhos.

Quando olhei nos olhos dela eu sorri, ela sorriu, e virou a cara. Eu percebi que ela ficou sorrindo o tempo todo enquanto usava o caixa.

Viu o que eu fiz aqui?

Eu olhei para os olhos dela e sorri…  com isso ninguém à nossa volta percebeu o nosso flerte.

Alguém mais atento aos detalhes perceberia o clima que estava desenvolvendo entre nós, mas é só.

Seria perfeitamente plausível para ambos negar que estivesse acontecendo qualquer coisa entre nós.

Outro detalhe muito importante que você deve prestar atenção:

Eu fui “pego” olhando para o corpo dela, olhando para as coxas dela, mas não me senti envergonhado por isso.

Muitos homens teriam vergonha de serem pegos encarando uma mulher. Eles iriam olhar para baixo, para os lados, iriam ficar nervosos e não seriam capazes de olhar nos olhos dela e sorrir.

Agora, qual dos dois comportamentos vai criar uma centelha na atração?

É óbvio que olhar para ela e sorrir sem se sentir envergonhado é o que mais vai seduzir a garota.

É por isso que eu recomendo tanto que você desenvolva uma linguagem corporal dominante. Porque isso é extremamente atraente para uma mulher.

Concluindo

mulher olhando atraida para um homem

Quero que você saiba uma coisa: no começo vai ser difícil aprender a usar o flerte inocente de forma eficaz.

Essa é uma arte que vai sendo desenvolvida com o tempo.

Quanto mais você treinar, mais você vai entender as nuances da negação plausível.

Os homens que dominam essa habilidade e tratam as mulheres como pequenas crianças são os homens que são chamados de charmosos.

Manter uma mulher em banho-maria também é uma arte. Com o flerte inocente você será capaz de demonstrar seu interesse sexual nela e desenvolver uma atitude atraente enquanto você não toma nenhuma atitude direta.

E então quando você puder finalmente ficar com ela, é só aumentar a intensidade do flerte que ela estará disponível para você.

 

AJUDE AQUELE AMIGO SEM NOÇÃO DE COMO FLERTAR, COMPARTILHE COM ELE:
By |22 de novembro de 2015|Relacionamentos, Sexo|