Skip to main content

Todos os problemas do homem surgem da incapacidade de ficar quieto por alguns minutos.

Aquele matemático chato pra caralho, que você teve que estudar no ensino médio – um tal de Pascal – uma vez disse algo extremamente poderoso.

“Todos os problemas da humanidade se originam da incapacidade do homem em se sentar calmamente em uma sala sozinho”.

E ele não poderia estar mais certo.

Todo mundo que já testou o que ele disse, sabe que os benefícios do que ele prega vão desde acabar com a ansiedade de aproximação (que é aquele medo que a gente sente antes de dar em cima de uma mulher), até mesmo alterar e e aprimorar o nosso cérebro.

O que Pascal quis dizer com essa frase foi apenas uma forma de reformular o significado de uma palavra  que vai te dar preguiça só de ler ela: meditação.

E o Pascal, por ser muito mais inteligente do que eu, sabia que essa palavra – meditação – é capaz de causar desconforto só ao se passar o olho por ela.

E é por isso que ele nem citou esse nome.

Bom, você já deve ter ouvido falar sobre essa maldita palavra diversas vezes e eu tenho certeza que você já sabe dos benefícios dessa prática.

Eu mesmo já fiz um artigo aqui no site sobre meditação – e nunca ninguém leu esse artigo. Na verdade, esse é um dos artigos menos acessados do Novo Homem.

As pessoas ouvem essa palavra e já pensam em um cara que cultua a Deusa  Natureza e que fica aplaudindo o pôr-do-sol.

E é por isso mesmo que neste artigo eu não vou falar nada que seja “esotérico”, eu só vou falar do que realmente funciona.

Porque eu sei que se eu falar sobre benefícios que não sejam facilmente verificáveis ou mensuráveis vai fazer com que este seja outro artigo que ninguém vai ler também.

Antes de tudo, meditação não tem NADA de esotérico.

Eu quero deixar isso bem claro.

E eu quero que você entenda que você não vai virar um hippie da Nova Era ao se exercitar para criar controle sobre sua mente.

As pessoas fazem essa ligação com o esoterismo quando se fala em meditação por um motivo:

Porque elas estão acostumadas a lembrar daqueles caras bizarros e estranhos que acham que só porque se sentam de olhos fechados durante alguns minutos por dia, isso os torna “iluminados” e diferenciados do resto do mundo.

Mas isso está longe da verdade.

Grandes homens e grandes mulheres, como o Hugh Jackman, Jeff Bridges, Clint Eastwood, Gisele Bundchen, Tim Ferriss, Tom Hanks, Steve Jobs, Kobe Bryant, Oprah Winfrey, entre centenas de outros famosos meditam diariamente.

Muitos dos grandes homens da humanidade só atingiram a excelência por causa da meditação.

Então esqueça aquela imagem do hippie sujo que quer se ligar à mãe terra e se juntar ao universo por não pensar mais dos que os outro seres humanos.

A maioria das pessoas que meditam são simplesmente pessoas que se destacaram em suas profissões e em suas vidas, mas que nunca precisaram mostrar pra todo mundo que fizeram da meditação um hábito diário.

Stress, imunidade, tamanho e quantidade de ligações cerebrais

Está mais do que provado por diversos estudos científicos que a meditação diminui drasticamente o stress, acalma os pensamentos, aumenta a imunidade do corpo…

Previne contra a diminuição da matéria cinzenta do cérebro, é capaz de aumentar o hipocampo (áre do cérebro que lida com o aprendizado e a memória), melhorar a regulação das emoções, etc, etc, etc.

Eu não vou listar tudo aqui porque os benefícios físicos da meditação acontecem em literalmente centenas, se não milhares, de lugares diferentes.

Além disso, um novo estudo mostra até mesmo que a meditação melhora na sua capacidade de raciocinar no dia-a-dia e a se comunicar melhor.

Entenda isso:

Você literalmente fica mais inteligente só porque você se sentou durante alguns minutinhos e prestou atenção nos seus pensamentos.

Além disso, sua capacidade de conversar e de interagir com as pessoas aumenta drasticamente…

É meio irracional isso, não acha?

Ficar parado, olhando pra dentro de você mesmo, vai te fazer um melhor conversador?

E por consequência vai fazer mais mulheres te desejarem ao longo da sua vida?

Mas é isso o que acontece.

Como melhorar sua vida sexual com a meditação (e até mesmo curar disfunção erétil)

Outro fator que quase ninguém fala é que a meditação pode acabar com certos problemas de disfunção erétil.

Sim, a meditação pode ser a cura para caras que broxam.

Isso acontece porque muitos homens sofrem de uma ansiedade enorme na hora de transar com as mulheres… ainda mais quando é uma mulher nova que ele está levando pra cama.

Já recebi centenas de emails de caras que me falaram “Porra Denis, segui seus conselhos e já levei não sei quantas mulheres do Badoo pra cama, mas chega na hora eu broxo! O que eu faço?”

E aí os pensamentos dentro da cabeça dele não param:

“Você precisa mostrar pra ela que você é homem! Seu pau precisa ficar duro igual uma pedra!”

“Se você meter mal ela não vai te querer mais!”

“É bom mostrar pra ela que você é comedor senão ela vai contar pra todas as amigas dela e você vai ser uma vergonha!”

E aí, quando acontece o inevitável, que é o pau perder a rigidez por causa de tanto nervosismo, surge aquele pensamento que é o último prego no caixão

“Não broxa! Não broxa! Fica duro, duro!”

Bom, se você tem qualquer tipo de pensamento assim quando você vai fazer sexo com uma garota, e o seu pau amolece no meio do sexo, ou até mesmo seu pênis fica mole dentro da vagina da garota, talvez seja uma boa ideia começar a meditar.

Além do mais, você vai sentir muito mais prazer simplesmente por estar vivendo ainda mais no momento com aquela garota.

E até mesmo seu orgasmo vai ser melhor.

Isso tudo sem contar que é bem possível que a meditação acabe com a sua necessidade de assistir pornografia, simplesmente porque você vai estar mais ligado nas suas necessidades do seu corpo.

Então, como meditar?

Meditar é muito simples.

Muito mesmo.

E o melhor é que é de graça e você pode fazer a qualquer hora do seu dia.

Esqueça tudo o que já te disseram sobre meditar e siga apenas esses conselhos:

  1. Fique em uma posição confortável (pode ser sentado, em pé, em posição de lótus tipo aqueles monges mesmo, ou até mesmo deitado – só tome cuidado pra não dormir).
    .
  2. Ligue um cronômetro pra despertar em 10 minutos, com uma música relaxante.
    .
  3. Durante esses 10 minutos apenas OBSERVE os seus pensamentos. Repare no que você está pensando, e sempre que um novo pensamento surgir fale com você mesmo “Eu percebi que estou pensando isso e vou deixar isso ir embora”.

E isso é tudo o que você precisa fazer.

Você vai perceber que depois de um tempo vão surgir alguns pensamentos bizarros, você vai lembrar de coisas que aconteceram anos atrás, coisas que você fez na sua infância, compromissos que você precisa resolver amanhã…

Todo tipo de pensamento vai aparecer na sua cabeça durante esses 10 minutos.

O importante é que você aceitar esse pensamento e não se culpar ou se martirizar por nada do que você pensar.

Tente apenas observar o que ocorre na sua cabeça.

Porque esses pensamentos aleatórios irão surgir.

E você vai perceber que nas primeiras vezes que você se se sentar e observar o que pensa, você não vai ter controle algum sobre esses pensamentos.

Mas logo, logo, quanto mais você meditar, mais controle você vai ter.

E apenas por observar o que você pensa, você cria esse controle.

Até que você treina tanto….

Que vai chegar em um nível em que, de repente, você consegue controlar os seus pensamentos e até mesmo consegue ficar sem pensar em nada.

 

SALVE A VIDA DE UM AMIGO, COMPARTILHE COM ELE ESTE ARTIGO:
  • João Nuno

    Este artieste artigogo fez-me lembrar de um fenómeno benigno do ser humano chamado catalepsia projetiva, ou paralesia do sono ou pizadeira como é conhecido aí no brasil… já ouviu falar?

  • Danilo Godsmack

    Dênis, o título foi muito bem escolhido e você falou algo crucial: meditação não tem nada de esotérico.
    Engraçado é que se você falar para qualquer pessoa que medita vão te imaginar um abobalhado. É justamente o oposto o que acontece. A pessoa fica muito mais atenta.
    Essa parte de conseguir mais mulheres com a ajuda dos seus textos e broxar várias vezes aconteceu comigo.

    Gosto dos temas desse site e da maneira como você os aborda.
    Um abraço

  • Francisco Franchini

    Aí sim, Denis voltou a atividade. Mas e aí, quando teremos novidades sobre o Quimica do Texto? Valeu Denis, um abraço e sucesso!

    • E aí Francisco! Acabei de enviar uma nova postagem comentando brevemente sobre novidades do Química, dá uma olhada